domingo, 4 de setembro de 2011

Sentidos, Parte 1: Visão

Olhos. Meio e muitas vezes primeiro objetivo, primeiro alvo. Cores não importam, mas sim a atitude, postura, comportamento. Apenas dos olhos, neste caso. Aqui é onde tudo começa. Aqui, muitas vezes, também é onde tudo termina.


O acontecimento inesperado, a visão de alguém que não se esperava encontrar. Simples constatação. Certo? Errado. Uma certa apreensão surge. Os olhos não sabem onde focar, permanecem seguindo a imagem que saía pela porta. Acompanham seus passos, prevem seus movimentos. E com exatidão.

Algo quebra a calmaria. Os olhos prevem mais esse movimento. Haverá um contato visual. A indecisão toma conta dos olhos. O que fazer? Manter a direção, enfrentar, ou fugir?

Olhos nos olhos.

Nenhum comentário: