quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Promessa e Confiança

Post ''encomendado'' pela Beatriz Fukunari.



''Promete?''

Por que damos tanto valor a isso?

A nossa dificuldade em confiar nas pessoas está diretamente ligada ao fato de que não queremos nos decepcionar. A partir daí, em determinadas situações bastante específicas, queremos estabelecer uma espécie de compromisso, onde a palavra da pessoa fica em evidência. Qualquer deslize, e ela perderá nossa confiança pra sempre. Pelo menos, essa é a teoria.

A partir do momento que você exige que alguém faça uma promessa, e essa pessoa faz, você se coloca numa posição de desvantagem. Aquela pessoa tem poder sobre você, e se ela não se importar com você, não se importará em quebrar a promessa. Cuidado.

Mas quando a promessa é espontânea, quem se coloca em desvantagem é quem a fez, porém, com muito menos a perder do que na situação anterior, uma vez que quem fez a promessa busca confiança, ainda não a tem.


Então, quando uma promessa é quebrada, a confiança se perde?


Não necessariamente. Podem haver circunstâncias que dificultam ou impedem que a promessa seja cumprida. Cabe o bom senso de quem ''está em vantagem''. Ou pode acontecer o perdão também. :)

3 comentários:

Decker disse...

Certinho, reflexivo, óbvil, direto e simples!

Está ótimo.

вεαтяiz Fukunαяi (: disse...

Adorei! Muito bem elaborado e claro. Parabéns =D

Amanda disse...

Gostei ^^ adoro a clareza com que vc escreve seus posts :D