terça-feira, 10 de agosto de 2010

Obstáculos e Limites

''Cara... Não pode ser tão difícil. Olha só, essa cerca nem é alta. Não é nem da minha altura. Deve ter 1,20m no máximo. Então por que parece inalcançável?''


Segundo o Michaelis:

''obs.tá.cu.lo
sm (lat obstaculu) 1 Tudo o que obsta a alguma coisa; embaraço, estorvo, impedimento. 2 Barreira: Saltar obstáculos. 3 Fís O que resiste a uma força.''

''li.mi.te
sm (lat limite) (...) 2 Ponto ou linha terminal além dos quais cessa a continuidade. (...) 5 Extremo, fim, termo. (...) 7 Alcance máximo ou mais distante de um esforço. 8 Ponto máximo que qualquer coisa não pode ou não deve ultrapassar (...)''


Até que ponto uma dificuldade deixa de ser um obstáculo e passa a ser um limite? Até que ponto algo deixa de ser um ''embaraço'', um ''estorvo'', e passa a ser um ''fim, um ''ponto além do qual cessa a continuidade''? Como posso ter certeza de que o meu caminho dará resultados?


Atualmente tenho me deparado com vários ''impedimentos'' (é como chamarei ambos obstáculos e limites nesta postagem, justamente por não saber definí-los com clareza na minha vida). Coisas da vida. Coisas que várias pessoas colocam fé em mim de serem apenas obstáculos; mas e se a minha própria fé em mim não é tão segura assim?


É muito frustrante falhar diante de algo que você considerava um obstáculo. Quando você falha nessas circunstâncias, mesmo após um esforço o qual você se considerava incapaz, significa que aquele impedimento é um limite. Você nunca o atravessará. Conforme-se.


É igualmente frustrante quando eles dizem respeito tanto à realização pessoal quanto à decidir o seu futuro. Porém, no primeiro, o que dói é a insegurança. No segundo, o que dói é o orgulho.


O pensamento do ínicio do post me ocorreu ontem de manhã, quando ia para o cursinho. Passei em frente à Unesp. Aquela cerca nunca pareceu tão alta. Ainda mais eu, que nunca fui do tipo simbolista, ter uma visão assim, realmente me mostrou o quanto estou inseguro.


Breve edição: Com ''fé'', não fiz menção a nenhum tipo de crença religiosa.

2 comentários:

Cami Brandão disse...

o fato de vc simbolizar algo, ajuda na concentraçao, espero mesmo q voce consiga se imaginar e materalizar, pulando ou metendo a solda pra cair esse maldito alambrado xD

Anônimo disse...

Talvez esteja apenas imaginando a instransponibilidade dessa cerca...Quem tem sonhos tem metas,logo tem objetivos!
Errando se encontra o caminho!
E,se você tem fé,acredita em alguma coisa...
Estaremos sempre inseguros no calor da batalha,por assim dizer,mas quando a vitória é conquistada,poderemos descansar e saboreá-la!
Tenho certeza que acabará se encontrando e, estou torcendo muito por você...
:*

P.S Pra completar ainda esqueci minha senha do google. :$